Crowdfunding

Como fazer uma Vaquinha Online e Arrecadar Dinheiro (Checklist completo!)

Confira este checklist com 15 itens essenciais para você fazer uma vaquinha online de sucesso e realizar seus sonhos, projetos e ideias com a ajuda de uma multidão.

Com uma vaquinha online você conta com o apoio de uma multidão para realizar o seu sonho ou projeto.

Várias pessoas e instituições estão arrecadando dinheiro para projetos sociais, iniciar o seu negócio, custear seus estudos, realizar tratamentos de saúde e outros.

Por isso, preparei um checklist com 15 itens essenciais para você ter sucesso em sua arrecadação!

1. Conte para os seus amigos

Eles são as melhores pessoas para você contar sobre a sua ideia! Fale sobre o seu projeto e como ele é importante para você.

Os seus amigos e familiares, geralmente, são os responsáveis pelo pontapé inicial de arrecadação de sua vaquinha. Se você conseguir convencê-los de que sua ideia é boa e merece ser apoiada, é um ótimo início.

E anote todas as sugestões e dúvidas deles e use-as em sua vaquinha. Se você convenceu os amigos, agora é hora de convencer os demais apoiadores.

2. Pesquise outras vaquinha online

Acesse os sites de vaquinha e dê uma olhada em campanhas similares a sua. Podemos aprender bastante observando a concorrência.

Se uma vaquinha não bateu a meta, tente entender o motivo. Pense: “eu doaria para esta vaquinha?”.

Nas vaquinhas que bateram a meta, acesse a página de comentários, veja o que as pessoas falaram sobre a campanha, dê uma olhada nas recompensas (se a sua vaquinha também oferecer).

Anote tudo de positivo e que você deve fazer; e também o que teve de negativo e você não deve repetir em sua vaquinha.

3. Escolha o site para criar a sua vaquinha

Pesquise os sites de vaquinha, entenda como funcionam, qual a taxa administrativa, qual suporte dão para os criadores…

Porém, tenha em mente que nenhum site será responsável por divulgar a sua vaquinha. Eles “apenas” hospedam a sua vaquinha. Todo o trabalho de criação, divulgação e contato com os doadores será feito por você, criador da vaquinha.

4. Escolha o tipo de Vaquinha: “Tudo ou Nada”, Flex, Recorrente?

Vaquinha Tudo ou Nada

O criador da vaquinha só receberá o valor arrecadado se bater ou ultrapassar a meta.

Caso a vaquinha não bata a meta, as doações são automaticamente devolvidas para todos os contribuidores. Não fica nada com o site ou com o criador da vaquinha.

Escolha esta modalidade se você puder realizar o seu sonho ou ideia somente com o valor total da meta. Por exemplo, você só poderá comprar uma casa com o valor X.

Vaquinha Flex

O criador recebe o valor arrecadado independente de bater a meta da campanha.

Escolha essa modalidade caso o seu objetivo possa ser concretizado mesmo sem alcançar o valor total ou se você puder complementar o valor restante com amigos ou até pedir empréstimo com o banco (é melhor pedir empréstimo de um valor menor do que o total do projeto, né?)

Recorrente

Se o seu projeto é a longo prazo, o ideal é que a sua vaquinha seja recorrente. Não há prazo de arrecadação e a sua vaquinha ficará no ar arrecadando por bastante tempo (veja no item 8 sobre “Duração da Campanha”).

5. Crie um bom texto para a campanha

Lembra que você contou para os seus amigos e anotou todas as sugestões e dúvidas? Agora é hora de usá-las para criar um texto eficiente, que convença os potenciais doadores.

Compartilhe quem você é, o que você está planejando fazer, de onde veio a ideia do projeto, qual é o seu orçamento e por que o seu sonho ou projeto é importante para você.

Estas informações mostram que você realmente pensou na ideia, o que ajuda a provar a legitimidade e credibilidade da sua história. Além de passar emoção e permitir que os doadores se conectem com a causa.

A quantidade média de palavras para campanhas de arrecadação bem-sucedidas é de 300 a 500 palavras. Portanto, evite se prolongar na descrição de sua vaquinha (vá direto ao ponto rapidamente) e certifique-se de que seu argumento principal (por que as pessoas devem doar) esteja no primeiro parágrafo.

6. Vaquinhas com vídeos e fotos arrecadam mais!

Segundo o site Fundly, vaquinhas com vídeos arrecadam 105% a mais do que vaquinhas não possuem tais recursos.

E não precisa ser profissional. Quanto mais caseiro, quanto mais os doadores perceberem que é você ali dando a cara e se esforçando para fazer dar certo (mesmo com poucos recursos), está ótimo!

Fotos e vídeos ajudam a engajar seus potenciais doadores e os mantém na página de sua vaquinha por mais tempo, resultando inevitavelmente em mais doações.

Eles também são uma forma do usuário conhecer quem está por trás da campanha e criar uma conexão mais rápida. Ou, se for uma campanha de produto, tenha um protótipo dele. Fica muito mais fácil das pessoas “enxergarem” como ele será e se convencerem de contribuir.

7. Meta da Vaquinha

Coloque um valor realista. Você não vai ficar rico com a vaquinha. Ela é para custear o seu sonho ou ideia apenas.

Se você pedir mais do que o necessário para o seu projeto, o usuário não se sentirá seguro e, muito provavelmente, você não baterá a meta de arrecadação.

Calcule os custos de seu tratamento de saúde, lançamento do seu negócio, para a viabilização de seu evento, gravação do seu CD.. enfim, bote tudo no papel.

E a adicione o valor da taxa administrativa do site de vaquinha, custos para a produção e envio das recompensas (se houver), entre outros.

Se achar que deve informar todos os custos da vaquinha, fazer um orçamento e exibi-lo na página da vaquinha, o faça. Algumas vezes, é difícil para o contribuidor entender todos os custos envolvidos em um projeto ou causa.

8. Duração das campanhas

Alguns sites de vaquinha permitem que a campanha fique no ar por um prazo bem longo, de até 365 dias. Quer dizer, a vaquinha ficará 1 ano arrecadando.

Porém, na maioria dos casos, recomenda-se que as campanhas fiquem no ar até 60 ou 90 dias, no máximo. Se uma campanha for muito longa, o contribuidor poderá pensar “ah, depois eu contribuo” e nunca o faz.

Trabalhar com prazos menores aumenta o senso de urgência. E mais, você consegue se manter e também manter seus usuários (doadores e potenciais doadores) muito mais engajado durante todo o prazo.

9. Recompensas (são opcionais)

Elas são opcionais, a sua vaquinha pode ou não oferecer recompensas em troca de uma contribuição.

Algumas vezes, as histórias são tão inspiradoras ou emergenciais que engajam os doadores. Eles querem fazer parte da realização de um sonho, mesmo sem receber nada em troca.

Já em outras vaquinhas, é super indicado ter recompensas. Por exemplo, se você quer arrecadar fundos para gravar um CD, que tal dar o CD para quem contribuiu? Ou, se você é uma ONG e todo ano produz um calendário, que tal dá-lo para quem contribuir – e, desta forma, ficar na mente do doador que sempre lembrará de você ao olhar para o calendário?

Ofereça recompensas de acordo com cada valor de contribuição. Desde quem doar R$ 20,00 para aqueles que doarem R$ 5.000,00 ou mais.

Pode ser algo físico como um CD, um calendário, uma camiseta. Ou algo virtual como um agradecimento nas mídias sociais, uma conversa por Skype, um certificado online.

10. Divulgação

Antes de lançar a sua vaquinha, faça uma lista das pessoas familiares, amigos, conhecidos, influenciadores e parceiros que você poderá entrar em contato.

Crie um plano de divulgação, escreva o que fará a cada dia. Desta forma, você se manterá motivado para chegar até o final do prazo da arrecadação.

Por exemplo:

  • Pelo menos uma semana antes: crie algumas postagens de mídia social, e-mails e outro conteúdo para anunciar a sua vaquinha. Compartilhe a página da vaquinha com amigos próximos e peça feedback.
  • Semana 1: Divulgue a vaquinha para a sua lista de e-mails, seguidores de mídia social e amigos e familiares. Para os contatos mais próximos, peça que eles também compartilhem a arte de divulgação que você criou.
  • Semana 2-3: planeje duas estratégias que você usará para superar o “platô” muito comum no meio da campanha. Talvez, pedir o apoio de influenciadores ou divulgar um vídeo contanto porque o seu sonho é tão importante para você.
  • A qualquer hora: atualize seus doadores sobre o status da sua arrecadação. Seja transparente. E, claro, comemore cada marco importante de arrecadação!

11. Lançamento da Vaquinha

Ao lançar a sua vaquinha, vá com tudo na divulgação.

Segundo o Startups.com, 42% da meta é arrecadada no primeiro e nos três últimos dias de uma vaquinha. E mais, as vaquinhas que arrecadam 30% da meta na primeira semana têm mais chances de serem bem sucedidas.

Não peça somente dinheiro. Toda ajuda é bem vinda! <3

As pessoas não doam somente dinheiro, mas também tempo e amor. Talvez, um amigo não possa colaborar financeiramente, mas ao compartilhar, outro usuário verá e poderá se interessar em apoiar a sua causa.

12. Mantenha os doadores/seguidores atualizados e arrecade mais!

Você precisa manter os doadores e seguidores de sua vaquinha informados à medida que avança com sua campanha. Se você não compartilhar atualizações regulares, os usuários poderão perder o interesse e você não terá tantas doações quanto gostaria.

Vaquinhas que atualizam seguidores regularmente arrecadam 126% a mais do que aquelas sem atualizações. Por isso, compartilhe cada momento!

Os sites de vaquinha geralmente possuem ferramentas integradas que permitem que você atualize os doadores e envie mensagens para eles. Aproveite essas ferramentas e mantenha todos informados.

Seja honesto e envie atualizações frequentemente. Se as coisas não estão indo exatamente como você esperava, seja transparente. Os apoiadores querem saber se você realmente poderá realizar o seu sonho ou projeto e entregar as recompensas que você prometeu a eles.

13. Últimos dias para o encerramento do prazo da vaquinha

Faça a contagem regressiva em todos os canais. Crie um senso de urgência e incentive as pessoas a doar.

Lembre-se: 42% da meta é arrecadada no primeiro e nos três últimos dias de uma vaquinha.

14. Meta Batida… ou Não

Atualize em todas as suas redes e informe sobre os próximos passos:

A meta não foi batida e a sua campanha é Tudo ou Nada: Informe os doadores sobre o final de sua arrecadação, agradeça e diga que o valor será integralmente devolvido a todos que apoiaram.

Meta batida ou a sua campanha é da modalidade Flex: Não apenas diga que a meta foi batida, os usuários precisam saber o que você fará com o dinheiro a partir de agora, quais são as etapas. Deixe claro.

15. Após o prazo de arrecadação da vaquinha

Sua vaquinha não termina se você atingir a meta ou o prazo final de arrecadação. Ela só termina quando você cumprir todas as promessas.

Isso significa concluir o seu sonho ou projeto (comprar uma casa, ajudar uma comunidade, lançar um produto…), entregar as recompensas (se houver). Somente quando tudo for concluído, você pode realmente dizer que teve uma campanha de arrecadação bem-sucedida.

Ao longo do caminho, mantenha sempre seus doadores atualizados. 41% dos apoiadores querem saber o impacto da sua doação e como você está utilizando o dinheiro que recebeu. Seja transparente.

Crie relacionamento e estas pessoas se tornarão fiéis e permanecerão com você. E, claro, você poderá contar novamente com elas, caso lance uma nova vaquinha 😉

E ai, gostou do checklist? Deixe seu comentário e bora realizar sonhos e transformar histórias!

Facebook Comments