Crowdfunding

O que é financiamento coletivo e como criar uma campanha de arrecadação

Que tal contar com a contribuição financeira de uma multidão para realizar seus sonhos e projetos?

Financiamento coletivo é quando diversas pessoas resolvem colaborar financeiramente para que uma ideia ou um projeto vire realidade. É o poder do coletivo!

Não importa o seu objetivo, se você precisa de dinheiro, pode criar uma campanha e arrecadar recursos. Pessoas criam campanhas para custear tratamentos de saúde, eventos, shows, lançar produtos… Já lançaram campanha até para uma salada de batata, acredita? (e você aí com vergonha de lançar a sua vaquinha rs)

Como criar uma campanha de financiamento coletivo

Título: Seja curto e direto. Lembre-se, ele tem que resumir o objetivo de sua campanha e qualquer pessoa que vir – em compartilhamento nas redes sociais, por exemplo, – deve entender de forma rápida sobre o que é a sua campanha.

Texto da campanha: explique sobre o seu projeto e porque você precisa do dinheiro. Transmita emoção. As pessoas precisam saber como o projeto é importante para você.

Vídeos: campanhas com vídeos arrecadam mais do que campanhas sem vídeos. Eles são uma forma do usuário conhecer quem está por trás da campanha e criar uma conexão mais rápida. Ou, se for uma campanha de produto, tenha um protótipo dele. Fica muito mais fácil das pessoas “enxergarem” como ele será e se convencerem de contribuir.

Imagens: Tenha sempre imagens, gráficos, tudo que possa ilustrar a sua campanha.

Meta de arrecadação: calcule os custos da produção de seu produto, de seu tratamento de saúde, para a viabilização de seu evento.. enfim, bote tudo no papel. E a adicione o valor da taxa da plataforma de financiamento coletivo, custos para a produção e envio das recompensas (se houver), entre outros. Não exagere em sua meta, coloque um valor realista.

Recompensas: elas são opcionais. A sua campanha pode ou não ter recompensas em troca de uma doação. Mas, se tiver, não precisa ser necessariamente algo físico. Pode ser um call com o cantor, um áudio, um certificado online, um agradecimento nas redes sociais… mas, é importante que as recompensas atendam a todos os valores – desde algo em troca de R$ 20,00 como para R$ 10.000,00.

Veja o Checklist completo para ter uma campanha de arrecadação de sucesso!

Tipos de campanhas de financiamento coletivo

Campanha Tudo ou Nada

O criador da campanha recebe o valor arrecadado somente se bater a meta – caso contrário, as doações são automaticamente devolvidas para todos os contribuidores.

Esse tipo de campanha é indicada caso o seu objetivo só possa ser concretizado se você arrecadar todo o dinheiro necessário.

Por exemplo: lançamento de produtos, eventos e publicação de livros.

Campanha Flex

O criador recebe o valor arrecadado independente de bater a meta da campanha.

Escolha essa modalidade caso o seu objetivo possa ser concretizado mesmo sem alcançar o valor total ou se você puder complementar o valor restante com amigos ou até pedir empréstimo com o banco (é melhor pedir empréstimo de um valor menor do que do total do projeto ou da causa, né?)

Por exemplo: campanhas para causas pessoais e para o terceiro setor.

Duração das campanhas

Algumas plataformas permitem um prazo bem longo, de até 365 dias. Isto é, a sua campanha poderá ficar no ar e arrecadar por 1 ano.

Porém, na maioria dos casos, recomenda-se que as campanhas fiquem no ar até 60 ou 90 dias, no máximo. Se uma campanha for muito longa, o contribuidor pensará “ah, depois eu contribuo” e nunca o faz.

Trabalhar com prazos menores aumenta o senso de urgência. E mais, você consegue manter o usuário sempre engajado.

Se antes você contava com a ajuda de um investidor ou do banco para tirar o seu projeto do papel, hoje você conta com a colaboração de milhares de pessoas que acreditam em você!

Imagens: Freepik

Facebook Comments